Estudantes desenvolvem projeto sobre a história da África

Os estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental II desenvolveram, durante o ano de 2020, o projeto África e Brasil Africano. Um dos objetivos do estudo da história da África é diminuir a distância entre a África e o Brasil, em um processo de reconhecimento e valorização das tradições Afro-Brasileiras na formação cultural do Brasil.

Diversos temas foram apresentados na busca por compreender as raízes da formação do Brasil, com investigações que começaram com a história do continente Africano, em sua diversidade de povos e tradições. E seguiram para o processo de colonização, que no deslocamento forçado de milhões de pessoas submetidas à escravidão, trouxe lutas de resistência e a construção de novas identidades.

Segundo a proposta da lei 10.639/03:

O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo incluirá o estudo da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional,resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política, pertinentes à História do Brasil.”

Abordar conteúdos que trazem para a sala de aula a História da África e do Brasil Africano é cumprir uma responsabilidade como educadores: levar a reflexão sobre a discriminação racial, valorizar a diversidade étnica, promover o respeito e a solidariedade. Desconstruir uma história que por muito tempo foi “mal contada”, e trazer novas narrativas para uma sociedade anti-racista e plural.

Entre os temas abordados durante o ano, este trabalho apresenta a pesquisa sobre as religiões de matriz africana no Brasil. A mitologia dos orixás, organização dos terreiros, a histórias dessas religiões, música e poesia são apresentadas para que possamos reencontrar nossa história.

“Um povo sem o conhecimento da sua história, origem e cultura é como uma árvore sem raízes”. Marcus Garvey.

No Dia da Consciência Negra, compartilhamos um pouco do projeto no site Okan ti Brazil.

0 0 vote
Article Rating