Aula de arte é uma importante ferramenta para o desenvolvimento dos estudantes

A arte tem um poder transformador na vida das pessoas e, em geral, é na escola que acontece o primeiro contato com ela. Além de desenvolver a criatividade e estimular aptidões dos estudantes, a aula de Artes é também um importante meio para aumentar o repertório cultural e social dentro e fora do ambiente escolar.

Por isso, as aulas de Artes no Ofélia são planejadas para estimular a autonomia, valorizando a expressão por meio de diversas linguagens artísticas, como a música, a pintura, a fotografia, o cinema, a arquitetura e as histórias em quadrinhos, entre outras.

7º ano – Desenho feito a partir do diário dos sonhos: Nina Woolf Rangel

Professora de Artes das turmas do Ensino Fundamental II e Médio, Gabriela Sacchetto detalha os temas trabalhados com cada um dos grupos. Vale lembrar que, nesta fase, os estudantes vivenciam profundas transformações físicas e emocionais.

“O tema que guia o planejamento do 6º ano é ‘Narrativas Gráficas’. Começamos as nossas aulas com alguns exercícios de criação de histórias, os estudantes experimentaram construir uma narrativa utilizando apenas fotografias e realizamos a leitura da história em quadrinhos ‘Jeremias: Pele’, que guiou o estudo das histórias em quadrinhos no 2º bimestre.”

6º ano – Narrativa com imagens fotográficas: Gabriela Pimenta

Segundo Gabriela, a turma do 7º ano está estudando o movimento surrealista. “Discutimos trabalhos do artista Magritte e da artista Leonora Carrington. Os estudantes estão produzindo um diário de sonhos que servirá como base para a produção de desenhos.”

Já com o 8º ano, a professora está trabalhando um planejamento alinhado com o projeto permanente do colégio: ‘África e Brasil Africano’, que perpassa várias disciplinas. “Estudamos os retratos produzidos pelo artista Dalton Paula, que estão servindo como inspiração para a produção de autorretratos dos estudantes”, contextualiza.

O tema que conduz o planejamento do 9° ano é luz e sombra. “Começamos o ano produzindo diversos desenhos de observação do espaço da escola com foco na percepção destes dois elementos. Estudamos a produção da artista Regina Silveira, que foi o ponto de partida para a produção de imagens fotográficas que explorassem as distorções produzidas pelas sombras.”

Artes no Ensino Médio

9º ano – Trabalho de criação a partir das sombras: Joaquim de Moraes Pereira

Já com as turmas do Ensino Médio, a professora realiza um trabalho mais amplo, contextualizando o aprendizado, estimulando a capacidade de reflexão e crítica dos estudantes.

“Com a turma do 1º ano, começamos o ano com o estudo da arte concreta brasileira. Estudamos trechos do livro ‘Arte construtiva na Pinacoteca’, de Regina Teixeira de Barros e os estudantes estão experimentando criar trabalhos abstratos e geométricos a partir do manifesto do Grupo Ruptura”, explica Gabriela.

9º ano – Trabalho de criação a partir das sombras: João Vitto Freitas Sachetim

As turmas de 2º e 3º ano estão estudando o modernismo brasileiro nas artes visuais. “Para isso, durante o primeiro bimestre nos debruçamos sobre a arte acadêmica, que antecedeu o modernismo e os estudantes realizaram, em grupos, análises de obras representativas do academicismo e apresentaram as suas pesquisas para a turma. Já no segundo bimestre, estudaremos as vanguardas artísticas européias”, conclui Gabriela.

Confira alguns trabalhos!

9º ano – Trabalho de criação a partir das sombras: Amelie Sayumi Real Kolke

7º ano – Desenho feito a partir do diário dos sonhos: Julia de Melo de Arruda

6º ano – Narrativa com imagens fotográficas: Gabriel Finkelstein Pessôa

5 2 votes
Article Rating